Ninguém fotografou o México como Juan Rulfo